..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Estudos Bíblicos Mensagens A Sociedade dos últimos dias (Lc17: 20-33)

A Sociedade dos últimos dias (Lc17: 20-33)

E-mail Imprimir PDF

Homens preocupados com sua auto-preservação.

 O juízo de Deus contra o pecado é uma realidade histórica confirmada nas páginas da Bíblia sagrada, nos compêndios de história geral, e podem ser confirmados inclusive nos nossos dias contemporâneos.

 Civilizações avançadas, impérios que floresceram e foram riscados do mapa devido aos seus pecados e tentativas de se estabelecerem sem o controle de Deus,ou por cultuarem falsos deuses.

O dilúvio veio como instrumento de justiça divina porque o homem tentou estabelecer uma sociedade sem o controle de Deus, que se deteriorou e embruteceu por causa do seu estado carnal e pecador.

Sodoma e Gomorra são também outros exemplos de sociedades voltadas para o humanismo, luxúria e lascívia que também receberam o justo juízo de Deus que veio a destruí-las repentinamente.

No nosso século fomos testemunhas de uma das maiores catástrofes já registradas na história da humanidade, a tsunami que arrasou a Tailândia e vários países da Ásia.

Eram dias próximos ao reveillon e todos foram pegos de surpresa.

Jesus neste texto afirma que haverá um dia em que novamente toda a humanidade será julgada por Deus e que será atingida de surpresa, mas podemos notar nestes versículos de advertência a seus discípulos alguns aspectos que marcarão os dias do fim da humanidade.

“O reino de Deus não estará dentro dos homens e nem em seus corações”.

 

Os homens estarão preocupados em salvar a si mesmos.

 

Você pode!!!” é o grande jargão de nossos dias que estimulam as potencialidades humanas, palestras de auto ajuda procuram motivar executivos, empresários, casais, jovens e idosos para que possam atingir o sucesso em todas as áreas de suas vidas.

Religiões e filosofias diversas fazem do pensamento positivo, da parapsicologia e de pseudo ciências humanas diversas, verdadeiras fontes para que os homens possam encontrar paz, amor e equilíbrio nesta vida e um paraíso após a morte física.

A salvação oferecida pela graça de Deus em Jesus Cristo não atrai a humanidade orgulhosa porque exige dos homens reconhecimento de pecados, arrependimento e fé na obra de Jesus Cristo.

 

Os homens buscarão a auto realização sem Deus.“Sereis como Deus” esta mentira do diabo continua ecoando nas consciências pecaminosas dos homens.

 

Como Caim fugiu da presença de Deus e procurou criar uma civilização excluindo totalmente a influência de Deus, os homens no final dos tempos também se encontrarão neste estado de total apostasia.

Vemos estas tentativas claramente sendo postas em execução na nossa sociedade brasileira, nossos governantes tentam fazer do Brasil um país rico, mais justo, onde nosso povo possa realizar seus sonhos e desejos de consumo capitalista, sem submeterem-se as leis de Deus e ao seu Cristo, mas o que temos contemplado é só o caos e a corrupção destruindo os valores morais e a família como instituição, degradando totalmente a nossa gente desde a criança até o adulto.


Os homens excluirão Deus de seus planos e propósitos.

 

As pessoas não estão preocupadas com a vontade de Deus, mas sim em estabelecer a sua vontade, as suas verdades (relativismo).

As pessoas fazem os seus planos, e o que determinam para as suas vidas elas buscam alcançar custe o que custar, não importando os meios desde que os fins que determinaram segundo seu coração orgulhoso e egoísta sejam atingidos.

Se o Senhor as aprova, nem sequer é ponderado em suas vidas, elas não estão interessadas no que Deus pensa a respeito.

Deus como criador e sustentador de suas criaturas não é levado em conta, pois a minha vida me pertence e eu decido quem pode fazer parte dela pois sou um ser livre e que não preciso prestar contas a ninguém.

Liberdade total é o que os homens almejam, mas sem nenhuma disciplina e imposição da parte de Deus, minha mente me pertence, meu corpo me pertence, meu tempo me pertence, tudo que possuo é meu, e posso usufruir de tudo, sem ter que prestar contas a ninguém.

(O caos de Sodoma e Gomorra estabelecido).

 

Que venha sobre o povo de Deus o verdadeiro arrependimento!

 

 

junior 1 - perfil 1Pr Nivaldo Júnior

Teólogo, Apologéta

Pastor Igreja Batista Osório - RS

 

 

estudosbiblicos5