..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Mensagens

A GRANDE OBRA DA GRAÇA

A GRANDE OBRA DA GRAÇA

 

“Porquanto não conhecendo a justiça de Deus,

e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram a justiça de Deus.” (Rm 10: 3)

 

A graça não pode ser recebida em parte! Ou a recebemos por completo vinda de Deus e nos

submetemos a ela com fé e esperança, ou estabelecemos algo de nós para podermos recebe-la, o que é

algo impensável ao verdadeiro cristão que sabe que não pode ter nenhum mérito em sua salvação.

Este era o grande pecado da maioria dos judeus do tempo de Paulo e o que tem produzido até hoje a

condenação de muitos que rejeitam a simples oferta de graça do Senhor. Todos nós pecadores temos

criado padrões de justiça para nos apegarmos e nos justificarmos diante de Deus e dos homens. Porém

a graça para ser recebida completa não exige nada além de fé naquele que a distribui por amor.

A grande obra da graça narrada aqui neste texto por Paulo, diz que Deus estabeleceu que nós pecadores

seríamos justificados, ou feitos justos pela justiça de Cristo, por Ele ter cumprido os padrões da Lei de

Deus, por ter morrido em nosso lugar sofrendo a pena imposta por Deus pelos nossos pecados que é a

morte. A justiça de Deus por graça se cumpre quando Jesus se faz maldição por nós na cruz. Ele morre a

nossa morte e nós recebemos dele a sua vida e Justiça diante de Deus Pai pela fé em sua obra perfeita e

completa! Em resumo nos tornamos justos por Ele, pela sua graça em nos conceder esta dádiva.

A afirmação bíblica de não podermos nos tornar justos por nossas boas obras diante de Deus tem sido a

grande pedra de tropeço para que a humanidade receba a graça e a justiça de Deus em Cristo Jesus para

que seja salva de seus delitos e pecados. O texto nos diz que eles desconhecem esta doutrina da

justificação, que eles não a aceitam, e por isso em seu lugar procuram estabelecer os seus próprios

padrões de justiça, rejeitando assim os de Deus e se tornam por isto condenáveis.

Meu amado irmão não misture nunca a graça de Deus com as suas boas obras, elas são como óleo e

água. Receba pela fé a graça por inteiro vinda do Senhor, somente desta forma você não se fará

condenável diante de Deus, pois, foi Ele que estabeleceu estas coisas, e rejeitá-las seria o mesmo que

dizer que Ele mente. Desfrute de tua posição como justo por graça em Cristo Jesus. Somente crendo

nesta doutrina da justificação por graça é que você encontrará descanso para a sua alma diante de Deus

e poderá com o escudo da fé repelir contra você todos os dardos inflamados do maligno.

Quando ele lhe disser que você não é justo o suficiente para ser um cristão, diga-lhe: Sou Cristão não

por obras, mas porque meu Senhor Jesus Cristo me fez justo diante de seu Pai e meu Pai.

 

 

 

 

Pr Nivaldo Júnior

 Teólogo, Apologéta

 Pastor Igreja Batista Osório - RS

 

 







 

 

 

 

 

A maior dádiva da graça!

A maior dádiva da graça!

“Então disse o rei a Zadoque: Torna a levar a arca de Deus à cidade. Se achar eu graça aos olhos do Senhor, ele me fará voltar para lá e me deixará ver assim a arca como ...

Três observações sobre a salvação bíblica!

Três observações sobre a salvação bíblica!

Senhor se quiseres podes tornar-me limpo ” (Mt 8:2b)

Há neste pedido três observações que podemos claramente notar a respeito de um pecador que se encontra totalmente vili...

O CAMINHO DOS SANTOS DE DEUS!

O CAMINHO DOS SANTOS DE DEUS!

 

“Ele preservará o caminho dos seus santos.” (Pv2:8b)

Podes descansar cristão, pois, o Senhor dos exércitos cuidará que não tropeces em alguma pedra, Ele tem te prese...

Os ativistas religiosos de plantão!

Os ativistas religiosos de plantão!

 

...Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupa com muitas coisas  

               ...

Página 10 de 27

estudosbiblicos5