..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Missões Internacional

Internacional

Nova onda de perseguições a cristãos na Índia

Desde o início de março, os cristãos da região de Satyamarg, no noroeste da Índia, estão sofrendo perseguições de fundamentalistas religiosos. Segundo relatos de agências internacionais de notícias, os agressores atacam com tacos de beisebol e de críquete (esporte popular no país), ferindo homens, mulheres e até crianças. Um dos 27 obreiros da terra que as igrejas batistas brasileiras mantêm na Índia, através de Missões Mundiais, foi brutalmente atacado e sofreu fraturas múltiplas pelo corpo. Ele está internado em um hospital local e sua saúde inspira profundos cuidados médicos. Outro missionário foi ameaçado de morte pelos terroristas, que o acusaram de forçar conversões. Caso ele continue pregando a fé em Cristo, a reação prometida pelos fundamentalistas é amarrar ele e sua família e incendiar a casa com todos dentro.

Peça a Deus que continue protegendo nossos obreiros da terra, os pastores e todos os cristãos que vivem na Índia.

Fonte: Site JMM Missões Mundiais

 

Fechado canal de tv cristão em Belém

Fechado canal de tv cristão em Belém

BELÉM – A autoridade palestina dispôs o fechamento, por “falta de licença”, da televisão cristã Al-Mahed “Nativity” TV. É o que denuncia o Diretor da emissora, Samir Qumsieh, que reivindica “os 14 anos de programação” e “os atestados de estima recebidos”. Na terça-feira a polícia entrou na sede da TV cristã e, seguindo uma ordem emanada pelo Ministério do Interior, bloqueou as transmissões. Interpelado pela agência AsiaNews, o diretor disse não entender o procedimento o qual vê como uma atitude “injustificada”.

Localizada a cerca de 350 metros de distância da Igreja da Natividade, em Belém, a emissora Al-Mahed “Nativity” TV representou por muitos anos “a única voz cristã” em terras palestinas. As numerosas transmissões dedicavam-se a vários assuntos, da educação ao meio ambiente, da política à cultura e à sociedade local, junto com programas de caráter religioso – missas, orações e celebrações mais importantes do calendário litúrgico – dirigidos não somente aos cristãos, mas também aos muçulmanos.

Vozes não confirmadas, recolhidas pela AsiaNews na cidade, referem que por detrás do fechamento estariam motivações econômicas. O governo, de fato, pretendia o pagamento de uma soma de dinheiro pela “licença”, que não teria sido depositada. Numa carta enviada ao Presidente palestino Mahmoud Abbas e ao premier Salam Fayyad, o Diretor Samir Qumsieh denuncia o injustificado fechamento do canal cristão porque estaria “desprovido de licença”.

O diretor recorda os “14 anos de difusão” dos programas da emissora e dos sentimentos de apreço recebidos dos telespectadores, testemunhados por centenas de mensagens e cartas de agradecimento.

Fonte: RV

Página 50 de 50

estudosbiblicos5