..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Missões

Missões

Culto lembra que onde Jesus está acontecem milagres

Mais uma vez destacando que a felicidade do ser humano depende da proximidade com Deus e a fé em sua palavra é capaz de realizar milagres, o culto no Palácio Paiaguás desta terça-feira (07.04) anunciou Lucas capítulo 8, versículo 01, onde diz que “Jesus andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus”.

A celebração ocorreu no gabinete da Casa Civil e foi feita pelo grupo de evangelismo Ousados em Cristo, da Igreja Assembléia de Deus – Templo Sede.

Para o pastor Mario Junio Vaz, a frente do grupo há dois anos, milagres já foram testemunhados e isso se deve a crença das pessoas na palavra de Deus. “Estamos sedentos e precisando ouvir a palavra para viver melhor e ser feliz. Quando celebramos o culto na Polícia Militar testemunhamos uma irmã que após orar com fervor e pedir bênçãos ao senhor, conseguiu engravidar.

Nem mesmo todos os tratamentos médicos estavam sendo capazes de tornar aquele ventre fértil e foi a força da palavra, a fé dessa pessoa que fez com que seu filho pudesse vir ao mundo com saúde, uma vitória de Deus”, disse Vaz.

Segundo Lucas 8, 1 – Jesus andava de cidade em cidade, de aldeia em aldeia e por onde passava realizava milagres, as pessoas mudavam seu coração pela vontade de segui-lo. “Na Galiléia havia um cego, quando na presença do nosso Senhor Jesus Cristo o milagre se fez.

Assim, Jesus está aqui nesse gabinete hoje, abençoando cada uma dessas pessoas bem como, todos os seus familiares. Pedimos a Ele que conceda bênçãos sobre bênçãos e que o milagre aconteça dia após dia na vida de cada um”, disse a missionária Fabiana Marques Moreno Vaz.

Participaram dessa celebração o secretário-chefe da Casa Civil, Eumar Novacki, secretário-adjunto da Casa Civil, Francisco da Silva Lopes, ouvidor geral do Estado, Antonio Kato, presidente do Conselho de Direitos Humanos, Genilton Nogueira, chefes de setor e demais servidores.

Fonte: O documento

 

Fechado canal de tv cristão em Belém

Fechado canal de tv cristão em Belém

BELÉM – A autoridade palestina dispôs o fechamento, por “falta de licença”, da televisão cristã Al-Mahed “Nativity” TV. É o que denuncia o Diretor da emissora, Samir Qumsieh, que reivindica “os 14 anos de programação” e “os atestados de estima recebidos”. Na terça-feira a polícia entrou na sede da TV cristã e, seguindo uma ordem emanada pelo Ministério do Interior, bloqueou as transmissões. Interpelado pela agência AsiaNews, o diretor disse não entender o procedimento o qual vê como uma atitude “injustificada”.

Localizada a cerca de 350 metros de distância da Igreja da Natividade, em Belém, a emissora Al-Mahed “Nativity” TV representou por muitos anos “a única voz cristã” em terras palestinas. As numerosas transmissões dedicavam-se a vários assuntos, da educação ao meio ambiente, da política à cultura e à sociedade local, junto com programas de caráter religioso – missas, orações e celebrações mais importantes do calendário litúrgico – dirigidos não somente aos cristãos, mas também aos muçulmanos.

Vozes não confirmadas, recolhidas pela AsiaNews na cidade, referem que por detrás do fechamento estariam motivações econômicas. O governo, de fato, pretendia o pagamento de uma soma de dinheiro pela “licença”, que não teria sido depositada. Numa carta enviada ao Presidente palestino Mahmoud Abbas e ao premier Salam Fayyad, o Diretor Samir Qumsieh denuncia o injustificado fechamento do canal cristão porque estaria “desprovido de licença”.

O diretor recorda os “14 anos de difusão” dos programas da emissora e dos sentimentos de apreço recebidos dos telespectadores, testemunhados por centenas de mensagens e cartas de agradecimento.

Fonte: RV

Página 36 de 36

estudosbiblicos5