..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Palavra do Pastor Palavra do Pastor Fere o Pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas

Fere o Pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas

E-mail Imprimir PDF

aparicio-novo


“Fere o Pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas...”

Zacarias 13:7


 

 

O tema de nossa mensagem é um trágico princípio que é ilustrado repetidamente através da história da igreja.  Esta profecia de Zacarias é literalmente cumprida na pessoa bendita de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Ele é o Sumo Pastor de nossas almas, porém esta mensagem também ilustra os verdadeiros pastores, aqueles que usam legitimamente do sacerdócio, e que ao longo da história assim como hoje são vitimas da injustiça do Estado, dos movimentos chamados de direitos humanos e da ortodoxia dos grupos radicais da religião.

 

Jesus associou a profecia de Zacarias ao “escândalo” que sua prisão, julgamento, sofrimento e morte iriam produzir nos desatentos a Sua verdadeira missão, é isso que observamos em Mateus 26:31. Porém, o mestre já havia predito que essas coisas também aconteceriam àqueles que militassem a justa causa do evangelho.

 

O texto de Mateus 24:8-10 aborda o assunto de maneira muito clara e explícita, ou seja, que por causa do nome de Jesus seremos odiados, nos atormentarão e até nos matarão. É óbvio que não devemos nos entregar as injustiças como se fossemos adeptos da auto-comisceração ou auto-flagelamento, porém é preciso estar pronto para sofrer por amor a Cristo e ao que sua palavra estabelece como princípios de vida.

 

Temos sido surpreendidos nestes últimos dias com uma série de denúncias e escândalos envolvendo igrejas, líderes e linhas doutrinárias que mais valorizam as riquezas do que a alma humana, porém que fique claro que não aceitaremos a inversão dos valores bíblicos e nem a tentativa de vitimização daqueles que usam do evangelho e do nome de Deus para fazerem fortunas.

 

As lágrimas daqueles que parecem vítimas deveriam ser motivadas por arrependimento e não de sofrimento pela causa do evangelho. Sabemos que há pastores e igrejas sofrendo por amor a Cristo, mas esses estão nos campos deficitários, nas regiões onde o nome de Cristo é censurado e não na vida destes que se beneficiam da fé mística de nosso povo e acabam construindo impérios denominacionais e pessoais.

 

Que Deus vos esclareça em nome de Jesus Cristo. Amém.

 

licoes2019