..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Palavra do Pastor Palavra do Pastor “Ferida que não se cura!”

“Ferida que não se cura!”

E-mail Imprimir PDF

aparicio  

 

Por que dura a minha dor continuamente,

e a minha ferida me dói e não admite cura?

Serias tu para mim como ilusório ribeiro, como águas que enganam?

Jr 15:18

 

O texto em destaque apresenta duas perguntas retóricas que representa a relação de Judá com o Deus eterno.

 

A primeira, dirigida à sua própria condição, ele fala:

1- da enfermidade que não passa,

2- da dor que não diminui,

3- da dificuldade da cura.

 

Quantas das vezes somos assolados por enfermidade que por mais que nos dediquemos ao seu tratamento ela resiste em permanecer.

 

Toda enfermidade duradoura produz no ser humano uma espécie de depreciação contínua.

 

Esse tipo de enfermidade leva os nossos recursos, arrebata nossa esperança, rouba o nosso humor, produz desequilíbrio emocional de toda sorte e por fim compromete até a nossa fé.

 

A segunda questiona se Deus merece confiança, e coloca o Altíssimo como:

1- uma espécie de ribeiro ilusório;

2- uma espécie de miragem cujo tratamento é ilusório.

Como abordamos acima a enfermidade que se demora gera comprometimentos de fé e leva o cristão a questionar a presença atuante de Deus em sua vida.

 

Assim como em Judá é necessário uma avaliação espiritual do enfermo, jamais Deus deve ser colocado como omisso ou o ineficaz em seu tratamento.

 

Todos nós diante da enfermidade que resiste devemos buscar aproximação de Deus, exercitar o arrependimento, voltar a nossa confiança para Deus, sabendo que Ele utiliza das adversidades para formatar o nosso caráter. Não há ferida que Ele não feche, não há enfermidade que Ele não elimine, não há pessoa que Ele não sare.

 

Mesmo para a maior das feridas que é produzida pelo pecado, Deus tem tratamento adequado e eficaz para a sua eliminação.

 

Creia em Cristo, receba-o como seu Salvador e Senhor e viva em paz com Deus.

 

Amém.

 

estudosbiblicos5