..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Palavra do Pastor Palavra do Pastor “A vida como um conto ligeiro!”

“A vida como um conto ligeiro!”

E-mail Imprimir PDF

aparicio  

 

 

       “A vida como um conto ligeiro!”

Acabam-se os nossos anos como um conto ligeiro.

Salmos 90:9

 


Ler a Bíblia Sagrada identificando e classificando as doutrinas principais é fundamental para a correta interpretação e aplicação do texto.

 

Este salmo de Moisés destaca as seguintes doutrinas fundamentais:

1-       Teontologia – doutrina da natureza de Deus;

2-       Antropologia – doutrina da natureza do homem;

3-       Hamartiologia – doutrina do pecado.

4-        

Utilizando a figura de linguagem denominada de paralelismo antitético o salmista destaca o contraste entre a natureza de Deus e do homem, apresentando a principal razão para esta diferença, o pecado.

 

Os versículos 1 e 2 combinados com os versículos de 3 a 7 o texto destaca a natureza eterna de Deus e sua imortalidade em contraste com a natureza temporal do homem e sua mortalidade.

 

O versículo 8 fala da causa principal da transitoriedade do homem que criado a imagem e semelhança de Deus perdeu sua comunhão com o criador a medida que pecou contra a santidade de Deus.

 

Em tom poético o salmista nos versículos 9 a 11 destaca que todos nós passamos na mesma rapidez de um conto ou cântico ligeiro. É importante refletirmos que:

1-       Não vivemos para sempre;

2-       Nossos planos para o futuro podem jamais se concretizarem;

3-       Devemos ser cuidadosos quanto a estabelecer metas e expectativas fora de Deus;

 

Semelhantes a nós brasileiros, os israelitas são um povo tradicionalmente ligados a poesia, a música, aos contos, aos provérbios e as cantigas folclóricas – como cá tudo por lá vira moda.

 

Quantos de nós em nossa época escolar não aprendemos o conto do papagaio louro, o caso do burrico, a estória de João e Maria e as canções ligeiras que nos impulsionavam a gostar da música e nos preparavam para o desafio de cantar o hino nacional sem acesso às cópias, posso citar alguns que fizeram minha estória de vida escolar mais animada, são eles; Samba Lelê, Como pode o peixe vivo e Fui em Itororó.

 

Em terras palestinas podemos identificar contos e provérbios tais como; Os pais comeram uvas verdes, A mula e Balaão e canções ligeiras como Adão e Eva, A flor da erva, Montes e Vales e a Barba de Arão.

 

Todas essas canções curtas, modinhas rápidas embaladas pelos instrumentos de cordas em muito representam o tempo da vida do Ser Humano – curto, passageiro e rápido.

 

Consciente desta realidade da vida, o salmista nos deixe a inspiração de uma oração que deve ser efetuada por todo cristão que foi alcançado por Deus.

 

Em destaque:

1-       A oração que fala do desejo de se alcançar um coração sábio;

2-       O clamor pela presença e companhia de Deus;

3-       A sede de ser saciado por Deus como uma espécie de alimento, pelas manhãs;

4-       A humildade de pedir a retribuição equitativa e nada mais além disso;

5-       O privilégio de ter as mãos sendo usadas por Deus e para Seus objetivos;

6-       A consciência da dependência da graça de Deus.

 

Por fim, vale ressaltar que há uma única possibilidade para o Ser Humano não passar pela vida como um conto ligeiro: ser alcançado pela Graça Salvadora de Deus que é Cristo Jesus.

 

Que Deus te abençoe, Amém.

 

Luiz Carlos Aparicio

Teólogo, Professor, Pastor Presidente do Ministério Evangélico da Reconciliação

 

 

estudosbiblicos5