..::Ministério da Reconciliação::..

Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Palavra do Pastor Palavra do Pastor Quando Deus pleiteia a causa do seu povo

Quando Deus pleiteia a causa do seu povo

E-mail Imprimir PDF

aparicio  

“Quando Deus pleiteia a causa do seu povo.”

 Isaías 51:21-23

 

 

Há causas ou demandas que não são nossas.

 

 

 

São na verdade circunstâncias que contribuem para glorificar o nome de Cristo.

 

 

 

Por isso, todo o cristão deve aprender a esperar com perseverança na ação de Deus.

 

 

 

1-    Quando o povo de Deus está embriagado em razão da ação do inimigo, ele fica:

 

a-    Acuado, encolhido

 

b-    Confuso, perdido

 

c-    Cativo, refém,

 

d-    Desnorteado, fora de si

 

e-    Perdido, sem direção

 

 

 

2-    A tristeza de espírito produzida pelo inimigo leva-nos:

 

a-    As lágrimas,

 

b-    A uma dor profunda,

 

c-    A um abatimento explícito,

 

 

 

3-    A humilhação pública produzida pelo inimigo:

 

a-    Leva-nos a encurvarmos até ao chão,

 

b-    Reduz-nos a uma espécie de tapete onde todos desfilam sobre nós,

 

c-    Acabamos sendo objetos do espetáculo alheio,

 

 

 

4-    Há um tempo que esta situação perdura, mas há garantia da intervenção divina, um tempo onde Deus pleiteia a causa, para:

 

a-    Analisá-la,

 

b-    Defendê-la,

 

c-    Julgá-la,

 

 

 

5-    A ação de Deus promove:

 

a-    Mudança em nosso estado de espírito,

 

b-    Alteração do julgamento divino,

 

c-    Extermínio do inimigo,

 

 

 

A Bíblia nos fala de três potenciais inimigos que podem gerar todo tipo de sofrimento ao povo de Deus, são eles; o pecado, o mundo e o diabo; porém, sabemos que quando Deus pleiteia a causa para Si, a vitória de seu povo é certa, pode demorar um pouco aos nossos olhos, mas Deus no seu devido tempo intervém em nosso favor.

 

 

 

Esperemos com perseverança na intervenção divina. Deus vos abençoe. Amém.

 

  

Luiz Carlos Aparicio

Teólogo, Professor, Pastor Presidente do Ministério Evangélico da Reconciliação

 

 

estudosbiblicos5